Downtime de data center: como evitar

Downtime-de-data-center-como-evitar

Downtime de Data Center é o tempo em que o sistema fica inoperante, ou o tempo em que o serviço é interrompido temporariamente. Essas paradas podem ser planejadas ou não planejadas e ocorrer durante atualizações ou manutenção de hardware e software.

Evitar o tempo de inatividade é uma das principais prioridades dos gerentes de infraestrutura de missão crítica do data center. No entanto, a tecnologia evolui a cada dia, assim como os requisitos técnicos, aumentando o tipo, a frequência e o impacto das falhas.

Mesmo sob circunstâncias mutáveis, o Uptime Institute transmite uma mensagem importante em seu estudo anual:

a incidência de downtime de data center pode ser evitada em 75% das vezes.

Análise Anual de Interrupção 2021: Causas e Efeitos das Interrupções do Data Center mostra o progresso na redução do tempo de inatividade e o impacto das interrupções. Como resultado, com uma em cada seis interrupções do data center custando mais de US$ 1 milhão, reduzir o impacto e a frequência das interrupções se tornou uma prioridade.

Downtime de data center: causas

Cada parada em um data center tem uma causa raiz e, na maioria dos casos, existem várias outras causas nos bastidores. No entanto, o conhecimento e a compreensão de um evento de interrupção do data center dependem de quem está sendo questionado e até mesmo de como a falha é resolvida.

A fonte que o Uptime Institute considera mais confiável para a causa das interrupções é o banco de dados AIR (Reporting of Unusual Events). Por esse motivo, o Uptime Institute revelou que ao longo de mais de 25 anos de coleta de dados – de 1994 até o presente – as quedas de energia foram responsáveis ​​por 80% de todas as perdas de carga de TI em data centers.

De modo geral, a migração um serviço de TI global de nível empresarial (em data centers privados, colocation e nuvem pública), os dados da pesquisa mostram um padrão consistente ao longo dos anos, com problemas de energia sendo o maior problema exclusivo em interrupções de data centers.

Em 2020, pesquisas realizadas pelo instituto revelaram três motivos principais:

  • Quedas de energia: a maior causa de grandes interrupções (37%);
  • Problemas de software/sistema de TI;
  • Problema na conexão com a internet.

No entanto, os analistas observaram que a maioria dos entrevistados não estão totalmente cientes dos eventos de tempo de inatividade na nuvem ou no software como serviço (SaaS) contratado por terceiros.
Como resultado, nos próximos anos, o Uptime Institute espera que os eventos de inatividade do data center sejam causados ​​por problemas de rede e software/TI, em vez de problemas de energia.

O data center é a estrutura básica sobre a qual uma empresa opera. Incidentes podem causar danos ao desempenho e podem impactar de forma severa toda a operação, causando danos imensuráveis ​​ao orçamento ou histórico da marca.

O dano de uma interrupção pode variar dependendo de quando a interrupção ocorre, para quem e por quanto tempo. Dessa forma, a pesquisa do Uptime Institute mostra que o custo dos eventos de inatividade do data center aumentou, com mais da metade dos entrevistados que experimentaram algum tipo de inatividade estimando que as falhas custam às organizações mais de US$ 100.000.

No geral, quedas de energia e erros humanos são as principais causas do tempo de inatividade do data center. Para evitar tais erros, é fundamental que as empresas busquem o apoio de provedores profissionais e qualificados cujos níveis de serviço garantam a flexibilidade e disponibilidade de redes.

Como a Consultimer pode ajudar.

O desafio de conciliar a redução de custos com o cumprimento das regulamentações ambientais cada vez mais rigorosas exige tecnologias de eficiência energética de última geração.

A eficiência energética de um data center está diretamente relacionada ao gerenciamento do ar que elimina pontos quentes. Essa técnica pode economizar até 75% do orçamento.

A Consultimer desenvolve soluções para preenchimento de espaços onde ocorre o fluxo de ar, utilizando componentes personalizados como: painéis cegos, HAC (contenção de corredor quente), CAC (contenção de corredor frio) e caminhos de conexão.

Entre em contato com nossa equipe e fale com um especialista.

Posts Relacionados

Entre em contato com a nossa equipe para saber mais sobre esse assunto.

Obrigado por sua mensagem. Em breve responderemos.
Ocorreu um erro ao tentar enviar sua mensagem. Por favor, tente novamente.